Misoginia: executivo da Apple é demitido dias após ser contratado


Não demorou nem um dia: Antonio García Martínez (ex-gerente de produto do Facebook e autor do livro “Chaos Monkeys” ) não está mais trabalhando para a Apple.

Martínez havia sido contratado há alguns dias. Contudo, um grupo de mais de 2.000 funcionários da Maçã lançou uma petição solicitando que a empresa investigasse declarações passadas dele, as quais foram consideradas misóginas e racistas — a maioria das citações polêmicas está no seu livro, escrito em 2016 abordando sua passagem pelo Facebook — e que se transformou num sucesso de vendas nos Estados Unidos.

Eis uma das passagens do seu livro:

Grande parte das mulheres na Bay Area são afáveis e fracas, mimadas e ingênuas (apesar de dizerem ser sofisticadas) e, no geral, ridículas. Elas se vangloriam do seu feminismo e alardeiam incessantemente sua independência, mas na realidade, bastaria estourar uma praga epidêmica ou uma invasão estrangeira e elas se tornariam precisamente aquele tipo de bagagem inútil que você trocaria por uma caixa de balas ou um galão de combustível.

Pouco depois de a notícia começar a circular na mídia, a conta de Martínez no Slack da empresa foi desativada; a equipe (de anúncios) na qual ele faz parte foi então convocada para uma reunião de emergência, e foi confirmado que o ele não faz mais parte do quadro de executivo da Apple.

Eis a declaração do porta-voz da Maçã enviada ao The Verge :

Na Apple, sempre nos esforçamos para criar um local de trabalho inclusivo e acolhedor, onde todos são respeitados e aceitos. Comportamento que rebaixa ou discrimina as pessoas pelo que elas são não tem lugar aqui.

Que bom que não demorou para a Apple tomar uma atitude em relação ao caso. A única coisa que ficou mal-esclarecida nessa história toda é como a empresa não fez uma mínima investigação de Martínez antes da contratação.

Fonte: https://macmagazine.com.br/post/2021/05/12/misoginia-executivo-da-apple-e-demitido-dias-apos-ser-contratado/

Gostaram da atitude da apple @AppleFags ?

1 curtida

e a empresa da maçã como sempre fazendo tudo

1 curtida

samsung: oferecendo seus celulares como munição pro trump usar na guerra

2 curtidas

Sim. Só achei foda não terem feito uma busca pelo passado dele antes de contratar. Ainda bem que os funcionarios alertaram sobre esse tipo de atitude

2 curtidas

Que bom.

1 curtida

Legal a iniciativa

1 curtida

tbm achei, ainda mais essas informações estando em um livro publicado por ele né

Sim. É algo bem maior né?

Eu não me convenço que a equipe que o contratou não sabia disso kkkkkk estamos falando de uma das maiores empresas do mundo, com inúmeros recursos para obtenção de dados e informações da vida pregressa. A real é que quem o contratou esperava que isso passasse despercebido.

O pisão no puto machista misógino

Morto que precisaram de mais de DUAS MIL assinaturas de funcionários pra algo ser feito. Bem do tipinho dessa empresa esse homem

Quero ele

kpopper