Monica e Brandy, saiba um pouco sobre maior treta envolvendo as rainhas do r&b

Tudo mudou quando Mary J. Blige surgiu em 1992 com “What’s the 411?”, na época agenciada pela Uptown Records. Em seguida, tivemos a estreia de Toni Braxton pela LaFace Records com o álbum homônimo. Não menos importante, em 1994, Aaliyah com “Age Ain’t Nothing but a Number”.
As três foram pioneiras do movimento de garotas negras jovens que ultrapassavam a barreira do r&b clássico e flertavam com o hip-hop.
Após o êxito dessas artistas, gravadoras grandes de catálogo mais abrangente resvolveram fazer suas próprias versões dessas artistas, com algumas alterações. Assim, no final de 1994 (ainda próximo do surgimento de Aaliyah), Brandy foi lançada pela Atlantic Records como seu novo produto teen. Ambas conseguiram êxito rapidamente. Aaliyah esteve com “Back & Forth” #5 e “At Your Best (You Are Love)” #6, enquanto Brandy estorou com “I Wanna Be Down” #6 e “Baby” #4. Todas na parada principal da Billboard, a HOT100.

Apesar de amigas, as gravadoras não aprovavam esse tipo de relação, na verdade, as gravadoras propagavam uma rivalidade entre as duas. Em dado momento, Brandy chegou a criticar Aaliyah. Na época, com 15 anos, Brandy fez comentários sobre a imagem de Aaliyah ser um pouco ousada demais para a idade e como sua mãe nunca aprovaria. Aaliyah nunca a respondeu sobre isso.

No final de 1995, a Arista Records lançava sua própria versão desse protótipo, Monica Denise, ou somente MONICA, a real Miss Thang. O sucesso foi instântaneo e Monica colocou “Before You Walk Out of My Life” na posição #7 e “Don’t Take It Personal” em #2. Houve mais um TOP10 com “Why I Love You So Much”.

Em uma era pré Britney e Christina, elas eram as estrelas da música teen mais bem sucedidas. E além da música, elas traziam outras inspirações como moda e comportamento.

Agora vamos ao drama… o ano é 1998. Nessa altura Aaliyah já era um ícone pelo seu ovacionamento crítico “One In A Million”.
Brandy e Monica preparavam seus primeiros retornos após a estreia. Nas gravadoras o papo era bem claro, essas artistas dividiam o mesmo público, por isso deveriam atrair cada vez mais atenção da mídia para promover suas futuras eras e diferente do que muitos pensam, Brandy e Monica não eram amigas.

Brandy havia estrelado o sitcom “Moesha” pela CBS e protagonizado o telefilme da Disney “Cinderela” juntamente com Whitney Houston. Isso trazia uma imagem familiar e conservadora enquanto Monica se intitulava muito mais urbana.

A fatídica “The Boy Is Mine” escrita e produzida por Darkchild estava programada para primeiro single do próximo álbum de Brandy “Never S-A-Y Never” e carregaria a promoção do álbum. No entanto, faltava algo, a música soava como um dueto e a gravadora teve a brilhante ideia de recrutar sua possível “rival” para esse trabalho. Nessa época, ambas tinham aproximadamente 18 anos e viviam a pressão dos jornais para que se odiassem. O single seria uma trégua de paz. Mas NÃO FOI.

Primeiro, Monica não queria gravá-lo. A Miss Thang não queria atrelar sua imagem com a de Brandy, ela a considerava “muito limpa”. Mas, pressionada pela gravadora houve o dueto. Elas gravaram em dias diferentes e jamais se viram nos estúdios. Porém, o vídeo deveria trazê-las juntas, era impossível fazer isso de maneira separada.
Toda a produção sentiu a tensão na gravação do vídeo. Elas não se falaram ou trocaram alguma interação. Toda amargura da faixa vista no vídeo é real. Elas eralmente estavam “brigando” por algo, não era um garoto, era um cenário.

A única promoção dessa música foi no VMA de 1998, quando as duas se estressaram nos bastidores. Em um dos ensaios da apresentação, Mônica socou o rosto de Brandy como confirmam as testemunhas.

Em entrevista a uma rádio, Monica confirmou a ocorrência.

MAS…
Essa história estava longe de acabar. “The Boy Is Mine” passou 11 semanas no topo da Billboard e a gravadora de Monica resolveu intitular seu álbum com o nome da faixa originalmente de Brandy

Isso rendeu alguns shades, como por exemplo, quando Brandy trocou a letra por “the song is mine” em 2018

Fato é que, após o dueto, ambas seguiram suas carreiras de sucesso. Monica passou 18 semanas no topo da HOT100 somente no ano de 1998 (ela detém o recorde feminino de maior permanência anual no topo desse chart). “Angel Of Mine” e “The First Night” tornaram-se músicas estarrecedoras nas rádios e Monica lançou álbuns clássicos do gênero após esses êxitos. Brandy manteve-se relevante como uma artista experimental, avant-garde e teve números maiores durante a década de 2000.

Em 2012, elas lançaram um novo dueto para o álbum de Monica “New Life” e garantiram “somos amigas” em várias entrevistas.

Tudo retornou em 2020 por conta das “batalhas” que estão acontecendo no INSTAGRAM, através do Verzuz. Tiveram grandes êxitos como o choque de Swizz Beatz vs. Timbaland e Jill Scott vs. Erykah Badu.

Monica versus Brandy se tornou uma das mais populares propostas de batalhas do Instagram Live que os fãs estão loucos para ver.

Ambos os artistas finalmente quebraram o silêncio sobre se eles iriam ou não se enfrentar virtualmente. Em uma entrevista, Monica disse que não participaria de um desafio de Verzuz a menos que fosse uma “celebração”. “Eu entendo a ideia de [Verzuz] e acho que é muito, muito divertido e é uma ideia incrível”.
Brandy por outro lado, recentemente falou que ela está “aberta” a um potencial confronto, mas realmente não pensou muito nisso

Porém Monica recenetemente mudou de ideia:
“A realidade é que nós (Monica e Brandy), sendo pólos opostos, tornou-se uma droga. A única batalha ou Verzuz que eles querem ver comigo sou eu contra Brandy e a realidade é que as pessoas nos colocaram uns contra os outros por 20 e poucos anos.”

Atualmente Brandy lançou seu sétimo álbum de estúdio, intitulado “B7” e Monica trabalha em seu nono álbum, o sucessor de “Code Red” (2015) e sua próxima turnê.

morro com essa treta
Brandy fadinha, I Wanna Be Down clássico

Eu morro com essa treta

Toni flertava com o estilo das ruas?

Monica lenda

Monica fada

chocado com a treta kkk nem imaginava
amo a Brandy :heart:

Brandy icone

1 Curtida

vou ler nao apaga ta

boatos de que a monica deu um socao na brandy antes da performance delas no vma. confere?

foi nos ensaios

ah mulher… n mas a Toni faz parte dessa leva, quis enaltecer

Brandy acabou com a carreira depois do casamento falso

a filha deles tá linda
https://www.instagram.com/syraismith

Baby da Brandy é um hino sem precedentes, pqp, que batida maravilhosa…

Uma das músicas que eu mais amo na vida crlh

Meu pai,

Essa musica foi um smash, né?!

Nunca soube que tinha treta no meio.

nossa não sabia dessa treta

não fazia ideia que elas n se gostavam, ar

the boy is mine é uma das melhores parcerias femininas ever

2 Curtidas

Eu acho que a Toni tá mais pra Whitney/Mariah do que pra Mary/Aaliyah