NA HBO: Amarga e deprimida, Kate Winslet faz seu melhor papel na TV em Mare of Easttown

Mare Sheehan não é a típica protagonista feminina de uma série de TV: ela é mãe, avó, não tem relação afetuosa com quase ninguém, dá à maioria das pessoas com quem convive um tratamento seco (para não dizer amargo), carrega consigo uma depressão reprimida e abre uma cerveja toda noite. É neste papel que Kate Winslet brilha em Mare of Easttown, série policial da HBO que chega ao fim neste domingo (30).

Mistura de drama, ação e suspense, a atração gira em torno de crimes cometidos na pequena cidade de Easttown, onde grande parte dos habitantes se conhece. Uma adolescente é assassinada, e outras duas jovens mulheres são dadas como desaparecidas.

Cabe a Mare, detetive local, investigar as ocorrências e tentar descobrir quem entre seus vizinhos é o culpado (ou os culpados).

Em meio a muita pressão e perigos que encontra no trabalho, ela deixa em segundo plano boa parte de sua vida pessoal: é tratada com certo desprezo pela mãe, pela filha e pelo ex-marido, ao mesmo tempo em que ainda vive o luto de um filho que se suicidou e tem conflitos com a ex-namorada dele, que quer entrar na Justiça pela guarda do neto de Mare.

“Não é só a história de um crime. Na verdade, é mais sobre a comunidade; sobre misericórdia, compaixão e tristeza; e sobre como pessoas reais vivem, lidam com coisas reais e como essas coisas reais nem sempre são felizes, sabe? Podem ser muito desafiadoras. As dinâmicas familiares podem ir mudando em função de algo que aconteceu no passado ou que está acontecendo no presente”, disse Kate Winslet em entrevista à Vogue.

Mártir de Easttown
É possível observar na personagem uma aura de mártir, de alguém que abdica de si mesma em prol de um bem maior, da comunidade. Totalmente obcecada por desvendar os crimes, ela continua trabalhando mesmo quando não deveria e não liga para autocuidado. Segundo Kate, Mare só se olha no espelho duas vezes por dia: “Uma de manhã, quando escova os dentes, e outra à noite, quando escova os dentes. E isso é tudo”.

Mare se encaixa bem na jornada da heroína, teoria publicada por Maureen Murdock no livro A Jornada da Heroína: A Busca da Mulher pela Integridade. Ela analisou trajetórias de protagonistas femininas e observou pontos em comum nas histórias delas na ficção.

Em Mare of Easttown, a detetive não dá muita atenção a atividades tidas pelo patriarcado como femininas (cuidados com a aparência, com a família, com os sentimentos) e impõe um jeito de ser mais “masculino”, inclusive no vestuário, tendo em vista um objetivo maior. Isso acontece também nas tramas de Katniss Everdeen, em Jogos Vorazes, e de Mulan, no filme homônimo da Disney, por exemplo.

Agora, o telespectador espera o fim da jornada desta heroína da HBO. Vencedora de um Oscar (melhor atriz pelo filme O Leitor, em 2009), Kate Winslet tem sido muito elogiada por sua atuação. Na preparação para o papel, ela fez laboratório com uma detetive de polícia nos Estados Unidos e intensificou os exercícios físicos para aprimorar seu trabalho, manter a imagem de durona e enganar muito bem com um sotaque norte-americano.

O capítulo final promete mostrar Mare em cenas eletrizante em busca de um assassino e da resolução de suas questões pessoais e internas, com a família e um pretendente amoroso.

O sétimo e último episódio de Mare of Easttown vai ao ar neste domingo, às 23h, na HBO e no streaming HBO Go.

2 curtidas

pensando em assistir

É maravilhosa, hoje é o último capitulo, até agora uma das melhores minisséries que eu assisti

2 curtidas

ai preciso assistir
só vi aclamação no twitter

lendária, a série é foda… a kate está arrasando muito… queria que confirmassem mais temporadas

mais uma vez a HBO entregando melhor e maior.
espero que eles levem tudo nas premiações
essa série entregou MUITO!

1 curtida

verei, amo a kate

mare perfeitinha! a mãe dela uma lenda tbm!

HBO como sempre servindo qualidade ao invés de quantidade

dá vontade né netflix?

2 curtidas

Com certeza irei ver

a série é perfeita
Kate MAIOR da sua geração

Kate parece que não enevlheceu um ano se quer desde que fez Titanic.
Vou dar uma chance pra essa série depois de terminar Panic

A Kate Winslet tá incrível nesse papel, é a grande atuação do ano. Mas o resto da série achei bem fraco, cheio de personagem tomando decisões sem lógica.

Saindo a HBO Max aqui eu vejo

1 curtida

Ela já tinha feito outro papel na tv?

aguardando o MAX chegar aqui pra eu ver

mas old que a HBO sempre esta acima

Mildred Pierce

Ganhou emmy e tudo

o emmy já é dela

É mesmo…

É um serviço de stream que eu realmente penso em assinar só pela qualidade

1 curtida