Não sabiam o verbo To Be: Ministério da Saúde disse que inglês insuficiente dificultava análise de adesão a consórcio de vacinas

Documentos enviados à CPI da Covid mostram que, em setembro de 2020, a consultoria jurídica do Ministério da Saúde foi solicitada a se manifestar sobre o consórcio Covax Facility e disse que o fato de a documentação estar em inglês dificultou a análise porque os servidores não tinham “conhecimento suficiente de tal língua estrangeira a ponto de emitir manifestação conclusiva.”

Outro ponto citado pelo consultor sobre a impossibilidade de “apontar todos os riscos e requisitos para tal adesão” foi o curto espaço de tempo.

Os documentos chegaram no dia 24 de setembro com prazo de resposta para o dia seguinte.

que vergonha kkkkkkkk

mds kkk me contratem

1 curtida

PQP.
Olha o nível que esse país chegou.

e eu tendo que provar inglês avançado e pacote office completo pra um estágio

gente isso chega a ser comico

Capaz de vc fazer um trabalho bem melhor

esse país é um episódio da praça é nossa

Eu aqui qualificado desempregado

1 curtida

Esses cargos comissionados e de indicação política todos deveriam exigir algum tipo de teste ou qualificação mínima bicho, hj em dia qualquer empresinha de esquina que se vc se inscreve já pede inglês, curso superior, experiência etc. Indicação política por sua vez não pede nada

1 curtida

Era só ter colocado o Wizard pra traduzir

1 curtida

A fic kkkkkk

Se for verdade, queria ser contratada, ter um cargo público kkkk