No 'Som Brasil', Fabio Jr. lembra a morte do pai e fala de casamento com fã

Fabio Jr., o próximo homenageado do “Som Brasil”, vai falar sobre as composições de sucesso, como “Pai”, escrita em homenagem a Antônio Galvão e abertura da novela “Pai Herói”, da TV Globo.

— Deu tempo de mostrar para ele (o pai) antes de ele partir. Ele morreu em abril, e a Cleo nasceu em outubro, exatamente seis meses depois. Meu pai foi e a Cleo veio, acho até que tem um dedo dele nessa coisa da Cleo cantar comigo (…). Ele estava louco com a gravidez da Gloria (Pires, sua ex-mulher).

O cantor fala também de “Alma Gêmea”, canção interpretada por ele que virou tema de abertura da trama homônima de 2005, que está no ar no Vale a Pena Ver de Novo:

— Peninha escreveu, e o meu empresário da época me mostrou. Assim que vi, no começo, fiquei meio em dúvida, mas ainda assim gravei.

Fabio contará também histórias inéditas vividas com personalidades como Chico Xavier:

— Sentei do lado dele e fiquei 40 minutos chorando com ele, só ouvindo ele falar sobre a missão das pessoas. Ele falou sobre a minha. Ele era de uma humildade que a gente se perde completamente.

Ele ainda relembrará o namoro com Maria Bethânia e contará como conheceu a atual mulher, Fernanda Pascucci, que era presidente de um fã-clube dedicado a ele.

— Além de amor, tenho uma admiração por ela. Por tudo o que ela representa para mim, pela forma como ela mudou a minha vida, porque ela me tornou uma pessoa melhor.

O programa apresentado por Pedro Bial vai ao ar no dia 22.