O cisma no mundo gay

ser gay básico cabe no meu orçamento

o outro tipo de gay tem que estar todo final de semana na zig gastando com droga, roupa babadeira, uber pra voltar pra casa de madrugada e etc… vai dinheiro nisso vius

“escalafotosos”

1 curtida

pior que eu tenho varios amigos que literalmente se endividaram pra entrar nesse lifestyle

2 curtidas

os escalafatosos sao os mais engraçados

Amiga
Gay básico é custoso sim, o luxo hoje em dia preza pelo simples e minimalismo
O que você é, é pobre apenas
Você é gay pobre, assim como eu

Eu acho q tds deveriam se pegar

escala eles

o megrah sodoma

1 curtida

ainda bem q n sou gay

Megrah contraditório né?
Tenho uma colega negra que fala muito sobre a estética do negro descolado que não está ao alcance da maioria

ai old que eu amo um almocinho de domingo no terraço do shopping cidade jardim

mas ainda assim nem se compara ao gasto desses gays babadeiros de roupa do brat e saia que vão pra zig e pra mamba negra usar bala de quinta a domingo ao som do techno

1 curtida

um dia vi um vídeo de um gay falando sobre o choque que foi ele ir morar numa grande capital igual SP
que ele sentia a necessidade de estar em todos os roles, com vários círculos de amigos, e que se ficasse de fora sentia que não estava vivendo a cidade ou aproveitando a vida, e que quando foi ver a meta dele que era juntar dinheiro não estava sendo feita pois ele sem perceber foi sendo consumido por essa necessidade de estar em todos os locais do momento, com os gays mais babadeiros e tal

1 curtida

Já fui mais clubber na minha adolescência, passava o rodo nas festas, passava fome pra emagrecer, cantava os popzão tudo, me vestia d temas diferentes pras festas, mas ainda “machinho”, então não chegava a bater leque (mas se tivesse um, eu batia, era uma mistura andrógina). Passei pela fase underground, fase discoteca dentro d casa, fase pop punk, fase zen… Tenho Borderline e Bipolaridade, eu tinha tudo isso e não tinha uma própria minha.
Hj q meu córtex pré frontal já tá formado, eu dominei as doenças num certo nível q consegui construir algo verdadeiro q mistura as melhores coisas d cada fase + algo vampiresco, básico e poeta ao mesmo tempo. Bom, desde a infância eu sempre tive facilidade pra me adequar a qualquer grupo (menos na fase da igreja por razões óbvias).
Não sei pq todo mundo precisa se separar num único nicho e armar guerra contra os outros ao invés d abraçar a espontaneidade e ser algo d verdade.