Os incêndios florestais da Sibéria já são maiores do que todos os outros incêndios do mundo combinados

A região mais fria da Rússia está enfrentando grandes incêndios florestais pelo terceiro ano consecutivo.

Para a Rússia, há dois tipos de incêndios na Sibéria: o tipo que as autoridades estão combatendo e os outros que estão permitindo que queimem.

Isso porque a Sibéria é tão vasta que grandes incêndios podem queimar sem ameaçar quaisquer grandes assentamentos, sistemas de transporte ou infraestrutura - mas ainda fazem parte de uma faixa de infernos que juntos são maiores do que todos os outros incêndios ao redor do mundo.

Em um nível, os incêndios na Sibéria fazem parte de um ciclo anual. Mas muitos especialistas em clima veem o escopo impressionante dos incêndios deste ano como outro sinal de maiores riscos de incêndio em um planeta em aquecimento que está potencialmente se tornando ainda mais quente pelas enormes emissões de carbono das chamas.
A Rússia está lutando contra mais de 190 incêndios florestais na Sibéria que fecharam aeroportos e estradas, forçaram evacuações generalizadas e enviaram uma nuvem de fumaça pelo Pólo Norte. Mas abandonou dezenas de outros incêndios, cobrindo milhares de quilômetros quadrados, sem nenhum esforço para combatê-los.

Enquanto a Rússia enfrenta uma de suas piores temporadas de incêndios, os ambientalistas dizem que há pouca urgência em um evento que as autoridades minimizam todos os anos.
“Durante anos, autoridades e formadores de opinião disseram que incêndios são normais, que a taiga está sempre queimando e não há necessidade de se colocar isso em questão. As pessoas estão acostumadas ”, disse Alexei Yaroshenko, especialista em silvicultura do Greenpeace Rússia. A taiga é um cinturão de floresta de coníferas ao redor do planeta entre 50 e 60 graus ao norte do equador.

À medida que a Rússia enfrenta cada vez mais condições climáticas extremas associadas às mudanças climáticas, a rápida propagação dos incêndios em Yukutia - uma vasta região florestal da Sibéria com cerca do tamanho da Argentina - veio com seca, um dos climas mais quentes já registrados e ventos fortes.

Yarochenko disse que um grande problema é a tendência reflexiva e de longa data das autoridades regionais de colocar um brilho nas estatísticas locais para evitar problemas com seus superiores em Moscou.

“Os funcionários simplesmente mentem sobre a escala disso, ou seja, eles deturpam os dados intencionalmente, porque cada funcionário é responsável por garantir que haja uma bela imagem”, disse ele. “Em geral, não é mais possível esconder o fogo, pois todos podem ver o que está acontecendo com as imagens de satélite, mas o hábito existe, e às vezes ainda tentam esconder esses incêndios.”

siba ela

O mundo acabando

seborreira

Um lado pegando fogo e o outro congelando

Tem marcação pra isso ?

Medo desses incêndios derreterem o gelo que vírus da varíola tá escondido

Não era lá que tinha bolsão de gás metano preso em permafrost?

1 curtida

deve ser horrível morar num clima mediterrâneo, parece ser tão seco e quente

O verão nos aguarda com as chuvas

Mesmo assim existem pessoas que tem audácia de falar que o aquecimento global não existe, a terra se acabando aos poucos

a gente não dura até o fim desse século
eu to aqui pra morrer num calor absurdo

Rússia lixo