Parque temático da Vila Sésamo é acusado de racismo:'Disse não às minhas filhas e abraçou a menina branca'

Mulher registrou o momento no qual o personagem da Vila Sésamo, na Filadélfia, se recusa a ter contato com crianças negras; estabelecimento se desculpou

Uma mãe compartilhou um vídeo no qual as suas filhas, duas meninas negras, são ignoradas e recebem “não” de um personagem no Parque Vila Sésamo, na Filadélfia, nos Estados Unidos. Em seguida, o homem fantasiado abraça uma menina branca ao lado. A publicação feita neste domingo viralizou nas redes sociais e, comentando o caso, outras famílias postaram gravações da mesma situação sofrida. As imagens mostram funcionários repetindo a mesma postura, negando atenção somente às crianças negras.“As crianças queriam parar para ver os personagens. Esta pessoa nojenta disse descaradamente aos nossos filhos que não, então começou a abraçar a garotinha branca ao nosso lado! Aí quando eu fui reclamar, eles me olharam como se eu fosse louca. Perguntei a senhora quem era o personagem e queria ver uma supervisora. Ela me disse que ela não sabia. Eu nunca mais vou pisar no Parque Sésamo”, publicou a mãe das meninas que aparecem no vídeo, identificada apenas como Jeezy no Instagram.Inicialmente a franquia do parque na Filadélfia se pronunciou dizendo que “não passava de um mal entendido, já que a performer que interpreta a personagem Rosita confirmou não ter visto a criança”. Disse ainda que o personagem ficou arrasada com o post e só informou que “não iria pegar a criança no colo porque não é permitido”.

Mas, com o surgimento de novos vídeos e a repercussão do caso, a franquia da Filadélfia mudou de postura e se desculpou publicamente:Além da franquia, o perfil oficial da Sesame Street, criadora da série televisiva Vila Sésamo, também se posicionou sobre os relatos:

“Como uma organização educacional global sem fins lucrativos com um missão de ajudar as crianças a crescerem mais inteligentes, mais fortes e mais gentis, a Sesame Workshop sempre representou respeito, inclusão e pertencimento e está empenhada em fornecer experiências de qualidade para todas as crianças e famílias. Continuaremos trabalhando com nosso parceiro de longo prazo, Parque Vila Sésamo, para garantir que as ações apropriadas sejam tomadas e que incidentes como este não aconteçam no futuro”, diz a nota.“Pedimos sinceras desculpas à família por sua experiência em nosso parque no sábado: sabemos que não está tudo bem. Nós estamos nos preparando para fazer melhor. Estamos comprometidos em fazer o certo. Faremos um treinamento para nossos funcionários para que eles melhorem, compreendam, reconheçam e entreguem um espaço inclusivo, equitativo e divertido de experiência aos nossos hóspedes. Há mais de 40 anos a Vila Sésamo tem trabalhado para defender os valores de respeito, inclusão e pertencimento. Nós estamos comprometidos a fazer um trabalho melhor para que as crianças e as famílias se sintam especiais, vistas e incluídas quando vierem aos nossos parques”, diz a nota publicada pelo parque.

vontade de descer o cacete nesses bixos

2 curtidas

Que coisa absurda.

lixos

Que lixos

1 curtida

que horror meu deus

Era pra tocar fogo nessa merda.
Que sejam processados criminalmente

Mas ela confirmou que não viu, gente

1 curtida

Gente eu metia a bicuda nesse bicho

nossa q nojo gente

GENTE?

1 curtida

nojento demais

1 curtida

Que revoltante!!! Traumatizando infâncias. Pesadelo!

Que revoltante, bicho!!! Como que existe gente assim?

nossa pelo video na first é recorrente né, q horror

Meu deus que absurdo, espero que arranque muito dinheiro deles e esse fdp seja demitido

Gente isso é um absurdo!!!
Treinar a não ser racistas?
Só contratar mais gente negra e diversificar os funcionários

CRIMINOSOS

Jamais serão o Mickey e o Pateta.

1 curtida

Que nojo

1 curtida