Pitchfork critica negativamente single country de Beyoncé, compara com comercial de carro e The Lumineers: tentativa vazia de ser relatable

Assim como em “Break My Soul”, as tentativas de Beyoncé em ser relatable no estilo de vida das 9 às 5 podem soar um pouco vazias além do véu de privacidade e segurança que seu dinheiro proporciona.

É tão difícil imaginar ela dançando country de botas em um salão quanto era imaginá-la curtindo na balada.

O estalo de palmas e batidas de pés, completo com um assobio de Andy Griffith, se aproxima perigosamente da fronteira da música de comercial de carro do Lumineers

Esta é música para a classe trabalhadora para pessoas que podem se dar ao luxo de dirigir um Lexus.

Vai render

Que milagre eles falando mal dela

Demorou pra acontecer

Não achei nem um pouco pop-country
Pitchfork surtados

2 curtidas

“Se aproxima perigosamente da fronteira da música de comercial de carro do Lumineers”

Compararam com música de comercial de carro kkkkkk

as 2 musicas são um country bem qualquer, n chegam a ser ruins mas é super qualquer coisa que qualquer cantora country lançaria
me choca do nada uns viados que sempre tiveram aversão ao genero do nada falando “nossa q maravilha q super produção”
kk

7 curtidas

passada que chamaram de forçada

Pior q vi gente falando dos The Lumineers antes kkk

Parei aqui

By Nadine Smith

  • GENRE:

Pop/R&B

  • LABEL:

Parkwood Entertainment / Columbia

parem de dar atenção pra uma revista que nem site tem

ah sim, obrigada pela opiniao pitchfork, vai nos avisando qualquer coisa viu! beijo querida

a cara de pau bicho

Texas Hold Em parece coisa do The Lumineers sim

até achei que fosse um country meio folk

mas eu amo Lumineers

de track essa é a primeira review dela

e de álbuns é só hip hop hmmm kkkk que conveniente

Mudou a minha vida

Será que a Miranda tá acordando as 5h da manhã pra tirar leite de vaca e vender na feirinha típica do bairro?

preferimos a vulture

Pitchfork em 2024