Polícia da Venezuela prende 33 homens em sauna gay: “Ultraje ao pudor”

A polícia de Carabobo, na Venezuela, realizou uma operação no último domingo (23/7) em uma sauna gay e prendeu 33 homens que participavam de evento privado, segundo a imprensa local. O caso aconteceu na cidade de Valência.

Os rapazes foram detidos sob acusações de ultraje ao pudor, aglomeração e poluição sonora. Segundo a organização não governamental Observatorio de Violencias LGBTIQ+, os homens foram soltos, mas ainda deverão se apresentar à Justiça.

O dono do local e dois massagistas seguem presos e só serão libertos após a apresentação de fiadores.

Além de terem sido presos, os homens tiveram as suas fotos divulgadas. Para os ativistas venezuelanos, há uma perseguição contra a comunidade LGBTQIA + no país.

A Anistia Internacional da Venezuela criticou a ação da polícia em que destaca que os 33 presos foram difamados, não tiveram proteção judicial, foram alvo de campanha de ódio e “acusadao de homossexualidade” em 2023.

Nas redes sociais, pessoas compartilham mensagens em apoio aos homens sob o tema “Libertem os 33”. Além disso, ativistas realizaram um protesto nos arredores do Palácio da Justiça de Carabobo.

Eita Lula, aliado de ditador homofóbico

FAZUELI

Madugra, não!!! :sob::sob::sob::sob:

@Janjos

Ditador não por favor, democrata de uma perspectiva diferente… -n

Achei que isso fosse nome de uma banda aqui do Brasil kkkk

Papai maduro não

O Lula apóia isso mesmo? Chocado

Mas os bolsominion amam

Me lembrou esse filme aqui, baseado em fatos reais

Tópico metrópoles

sim, o inimigo agora é outro

Cade as fotos dos 33?
queria ver

Tu acha que ligam?

o conceito de prisão é relativo amr

@DonaTromba

Estavam escutando Anitta certeza