PRIMEIRA PROTAGONISTA: CSI de mãe, mocinha de Giovana Cordeiro em Fuzuê é gritante e incansável

Giovana Cordeiro mudou o visual com longas madeixas e terá uma caracterização mais hippie para apagar Xaviera, a personagem que interpretou com sucesso em Mar do Sertão (2022). A atriz volta à TV na faixa das 19h como a mocinha de Fuzuê e afirma que se dedicou bastante para virar uma investigadora ferrenha. Na pele de Luna, ela será incansável na busca pela sua mãe, Maria Navalha (Olivia Araújo).

“Eu me preparei com muitas referências de filmes de investigação para trazer para ela essa característica. Essa curiosidade para descobrir respostas sobre o passado dela e sobre o que aconteceu com a sua mãe, porque a história começa com a Maria Navalha desaparecida”, adianta Giovana Cordeiro.

A intérprete de Maria Navalha descreve Luna como uma pessoa “em caixa alta” (letras maiúsculas). “Ela é gritante”, comenta Olivia Araújo. Apesar de sumida, Maria Navalha aparecerá em muitas cenas de flashback com a filha --todas servirão como pistas do que pode ter acontecido com a mãe de Luna.

“Ela não está, mas a presença dela para Luna é muito forte. Para mim, Maria Navalha é o grande amor da vida da Luna. Ela luta muito para buscar essa mãe, e a gente tem construído isso com muito acolhimento e muita sinceridade”, completa a intérprete da designer de joias.

Trabalhada no otimismo
Giovana revela que estruturou toda a sua vida para mergulhar de cabeça no trabalho. “Fazer um protagonista de uma novela é uma enorme responsabilidade”, orgulha-se. A mocinha da próxima novela das sete da Globo é uma mulher muito corajosa e destemida. Enfrenta o que for preciso para conseguir as coisas que ela quer. A essência dessa personagem é o otimismo.

“Pra mim, é muito inspirador falar desse otimismo e da alegria dela de viver. Por mais que ela tenha dificuldade e que a vida dela não esteja da forma que ela quer, Luna está sempre muito otimista, crente de que tudo vai dar certo. E é sempre muito carinhosa com as pessoas que ela gosta”, diz Giovana, que também antecipa que a trama escrita por Gustavo Reiz é extremamente ágil.

“Muita coisa acontece num dia de Luna. Então, também é um desafio amarrar todas essas situações, e é gostoso contar essa história assim mesmo. Temos uma mulher com muita energia em cena”, avisa a atriz.

Nova Sol
Luna é solar e batalhadora, um ponto em comum com a Sol (Sheron Menezzes) de Vai na Fé. Ela produz joias com materiais reaproveitados e vende suas peças em áreas turísticas da região central do Rio de Janeiro. E não para por aí: ainda ajuda na administração e nos eventos do Beco do Gambá, além de dar aulas de arte e dança para crianças da ONG Rio Alegre.

Acima de tudo, Luna é justa. A injustiça será a mola propulsora para diversas brigas que ocorrerão entre ela e Preciosa (Marina Ruy Barbosa), sua rival e meia-irmã. A designer ainda tem um relacionamento de idas e vindas com Jefinho Sem-Vergonha (Micael Borges), mas logo o público verá a garota se apaixonar por Miguel (Nicolas Prattes). Fuzuê estreia em 14 de agosto, no lugar de Vai na Fé.

https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/csi-de-mae-mocinha-de-giovana-cordeiro-em-fuzue-e-gritante-e-incansavel-106177

o perfil da sol, aline e marê