Processo de perseguição e assédio movido contra Nicki Minaj NÃO acabou, apenas mudou de tribunal

O processo de assédio de Nicki Minaj não acabou, diz advogado. Está apenas se mudando para a Califórnia

Uma semana depois que Nicki foi dispensada de um processo de assédio movido pela acusadora do estupro supostamente cometido pelo marido de Minaj, a advogada da queixosa Jennifer Hough diz que a rapper de “Beam Me Up Scotty” ainda não está livre.

Falando com um juiz federal em uma audiência na quinta-feira, o advogado alegou que a única razão pela qual Minaj foi voluntariamente retirada do litígio civil aberto no Distrito Leste de Nova York foi porque questões jurisdicionais exigem que Hough mova suas reivindicações contra Minaj para uma costa diferente do país.

“Planejamos reapresentá-lo em um tribunal com jurisdição adequada”, disse o advogado de Hough, Seven N. Gordon, ao juiz James R. Cho.

Gordon mais tarde identificou a Califórnia como o local apropriado porque Minaj, cujo nome legal é Onika Tanya Maraj, agora vive no Golden State com seu marido e co-réu no caso, Kenneth Petty.

Comenta @Kanye

O buzz pro NM5 a todo vapor, amoo

vamos ver se essa mulher consegue provar o que diz

1 curtida

Os fans dessa salafraria se gabando kkk

A cena no doc dela no tribunal chorando e vencendo. Amooo

1 curtida