Projeto do Trem de Alta Velocidade deverá ligar Água Branca até a estação Barão de Mauá, no Rio de Janeiro


Estação Água Branca (CPTM)

O Trem de Alta Velocidade é uma modalidade muito vista no exterior, mas que virou uma verdadeira lenda após a tentativa frustrada de implantação na década passada. O atual projeto, agora sob a responsabilidade da iniciativa privada, está sendo aprimorado.

Dentre os vários aspectos da implantação de um trem de alta velocidade estão as paradas que o novo serviço efetuará. Um dos grandes problemas do primeiro estudo, que previa paradas em estações distantes das regiões centrais de São Paulo (Piributa) e Rio de Janeiro (Santa Cruz), foi corrigido.

Durante apresentação na 29º Semana de Tecnologia Metroferroviária o CEO da TAV Brasil S.A., Bernardo Figueiredo, afirmou que as paradas nas capitais foram realocadas, permitindo, de fato, melhor acessibilidade do serviço Rio-São Paulo.

Na capital paulista a nova estação de destino do TAV deverá ser em Água Branca, que será atendida pela Linha 6-Laranja, 7-Rubi e 8-Diamante. No Rio de Janeiro a parada foi deslocada para a estação Barão de Mauá (Leopoldina). A estação histórica foi desativada pela Supervia após um acidente ferroviário.

Para além das mudanças das estações terminais, estão previstas estações em São José dos Campos e Volta Redonda/Barra Mansa. Outras paradas estão sendo analisadas.

As estações em avaliação são Guarulhos, Jacareí, Taubaté/Pindamonhangaba e Resende. Uma estação especial para atendimento a altas demandas está sendo prevista em Aparecida e uma segunda estação do TAV na cidade do Rio de Janeiro localizada na Barra da Tijuca.

Segundo a apresentação, todas as estações propostas estão em discussão junto com as prefeituras, de forma a permitir a inserção do serviço nos melhores ambientes.

Um dos pontos que poderiam gerar questionamentos é quanto a quantidade de paradas intermediárias. Figueiredo explicou que os serviços realizados deverão prever esquemas operacionais distintos com modalidades expressas, e com paradas específicas, como poderá ser o caso do atendimento em Aparecida.

Segundo a empresa responsável pelo projeto, o Trem de Alta Velocidade deverá iniciar suas operações em 2032.

@Paulistas @Cariocas

Que nojeira. Mentira disso

Kkkkkkkkkkkk

Se a corrupção ou as milícias do RJ deixar, esse projeto vai ser um lindo.

Ou seja, inicia em 2035 se atrasar pouco

O PCC e o CV vao mega ameaçar para sair. Eles vão conseguir fazer grandes transações. O BRICS interno

2094 vem aí com certeza

Se for que nem a linha laranja aqui de sp nenhum de nos estara vivo antes mesmo da desocupação dos terrenos kkkkkkkk

Eu chutaria 2100 para ficar redondo

A estação intermediária em Taubaté. Os membros tanto de sp quanto do rj podendo fazer uma visitinha ao bac

o megra feat

mas jamais sairá do papel e se sair, jamais ficará pronto

será apenas mais uma obra abandonada e superfaturada

1 curtida

o megrah acidente com milhares de mortes no primeiro ano de funcionamento
algum morador vai sabotar a linha com um tijolo, as balas perdidas atingindo o trem
os arrastões e os casos de suicidio com o povo se jogando na linha do tav
as tarifas caríssimas, o tav parando por conta de queda de energia

100% brasil

O nosso BRICs interno são um smash

2080 com certeza

Aí nem pra ser uma barra funda, quem vai pra água branca?

bem que trocaram de ideia e tiraram a estação terminal no rio de santa cruz
quem viesse de SP ia levar mais tempo de santa cruz até o centro do que de SP até santa cruz

Revitalizar a Estação da Leopoldina ia ser um acerto

mais uma fic @metrocptm ???

Nem eles acreditam nisso

Pra mim tá bom

Isso vai mega mexer em toda a dinâmica do Rio de Janeiro, ne

Os trombadinhas tendo que reduzir o tempo de assalto em 70%, se antes eles assaltavam 10 passageiros em 10 minutos, agora vai ter que ser em 2 minutos