Querido por todos: Aprovação do Lula entre não militantes é de 76% | Odiado por todos: Bolsonaro não ultrapassa 5%

Lula alcança 76% de aprovação entre não militantes nas redes, diz levantamento

Bolsonaro não ultrapassou os 5% de apoio no segmento que não se posiciona à esquerda ou à direita

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) alcançou, em julho deste ano, uma taxa de aprovação de 76% junto ao público não militante nas redes sociais. Já o seu principal adversário na disputa pelo Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (PL), não ultrapassou os 5% de apoio entre esse mesmo público —os chamados “nem-nem”, que não se posicionam à esquerda ou à direita.

O levantamento foi feito pela agência de análise de dados e mídias .MAP, que se baseou em um universo de 1,4 milhão de publicações realizadas entre os dias 1º e 30 do mês passado.

A taxa de apoio a Lula supera em sete pontos percentuais o número registrado pelo petista em junho deste ano, quando alcançou 69% de aprovação entre os perfis “nem-nem”.

De junho para julho, Bolsonaro viu o apoio ao seu nome por parte do público não militante cair de 7% para 5%. Segundo a .MAP, nem o evento de lançamento da sua candidatura à reeleição influenciou positivamente aqueles que não costumam se manifestar alinhados à esquerda ou à direita.

Nome do PDT para disputar a Presidência da República, o ex-governador Ciro Gomes conta com 71% de manifestações positivas feitas pelo público “nem-nem” —uma queda em relação a junho, quando tinha 88%

Incensada por alguns setores como o nome da terceira via, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) teve participação praticamente nula nas redes sociais em julho, angariando 0,17% de menções entre todas as publicações feitas no período.

A aprovação de Tebet junto aos internautas não militantes, por outro lado, chegou a 44% no mês passado.

kingo

Parabens, anitta. Diminuiu mt

TE AMO LULAAAAAAA

Bozonaro simplesmente jogou o povo na fome para disputar as eleições com o pai dos pobres. Eu fico besta como uma pessoa pode ser tão burra assim

Luly, papi!