Ricardo Pereira fala da família e de 'Cara e coragem'

Ricardo Pereira voltará ao ar em “Cara e coragem” , a próxima novela das 19h. Ele interpretará Danilo, um ambicioso empresário capaz de tudo para conquistar poder. O ator conta que o personagem não é um vilão clássico:

  • É diferente do que as pessoas estão acostumadas a ver. Ele é um cara superfamília, agradável e que todos gostam de ter ao lado. Ao mesmo tempo, nos negócios, é um homem que faz qualquer coisa não só para ganhar mais dinheiro, mas principalmente poder. Estou me divertindo muito trabalhando com essas diferentes camadas.

A novela marca o retorno do ator ao Brasil após uma temporada em Portugal. Por lá, ele gravou a novela “Amor amor”, que está sendo exibida atualmente pela SIC e é um sucesso de audiência. Ricardo vive o protagonista, o cantor Romeu Santiago:

  • Esse foi um trabalho inesperado e que vem me trazendo grandes alegrias. Ele está tendo uma grande repercussão e me rendeu inclusive prêmios. Eu já estava reservado para “Cara e coragem”, mas veio a pandemia, e a novela foi adiada. Com meus pais em Portugal, fiquei muito preocupado, quis ficar perto deles. Como lá a situação começou a se normalizar antes, deu tempo de gravar.

Na novela, Ricardo também viveu um momento especial e inédito na sua carreira: dividiu um personagem com o filho mais velho, Vicente, que na época estava com oito anos:

  • O meu personagem aparece na infância em algumas sequências. A direção sugeriu que o meu filho fizesse as cenas. Eu disse que não poderia responder por ele, mas que iria fazer a proposta. Foi engraçado, porque, quando eu falei, ele respondeu: “Pai, vou pensar”. Logo depois ele topou e se animou muito. Eu falei para ele fazer sem pressão e principalmente para se divertir. Ele adorou a experiência. Para mim, foi emocionante. Vamos ter esse registro dele para o resto da vida

Apesar do momento produtivo na Europa, Ricardo afirma que ficar por lá é algo que nunca passou pela sua cabeça. Ele a mulher, Francisca - que também é portuguesa -, moram no Brasil há 19 anos e tiveram aqui os três filhos, Vicente, Francisca e Julieta:

  • A nossa base é o Brasil e não há qualquer discussão a respeito disso. Amamos o país e estamos adaptados.Já estou acostumado com a ponte aérea.

O ator ressalta que, mesmo com uma carreira profissional intensa, faz questão de ter um tempo reservado para a família e a educação dos filhos. Ele e a mulher, inclusive, têm o sonho de ser pais novamente:

  • A pandemia fez com a gente ponderasse um pouco sobre essa questão de ter mais um filho. Mas a ideia segue na nossa cabeça. Sempre sonhamos em ter quatro crianças. A gente ama esse papel de ser pai e mãe. É a melhor viagem que uma pessoa pode ter na vida: ver o desenvolvimento de alguém que veio de você, mas ao mesmo tempo é outra pessoa. Eu faço questão de estar muito presente na vida dos meus filhos.

Ele e Francisca estão casados desde 2010. O ator afirma que não há uma receita para a longevidade do relacionamento:

  • Acho que não tem regra, cada relação é uma relação. É importante ter muita amizade e estar de mãos dadas para ultrapassar todas as questões que a vida nos coloca. A pandemia foi uma delas. Tenho vários amigos que tiveram choques em suas relações com a questão da convivência mais intensa. Comigo, graças a Deus, foi o contrário. A gente se uniu ainda mais.