Rolling Stone cita Ariana Grande como referência de mulheres com créditos em hits na Hot 100

A revista musical Rolling Stone publicou um novo artigo ácido com o título " A indústria da música é um festival de salsichas, e este estudo prova isso", onde mostra que nos últimos 10 anos a indústria da música estagnou no quesito da representatividade feminina na Billboard Hot 100. O estudo diz que menos de 20% das maiores canções do ano na Hot 100 são produzidas ou compostas por mulheres. O estudo também cita que a representatividade racial neste âmbito melhorou, onde nos últimos anos 55% de todas as maiores canções na Hot 100 são de artistas não-brancos. A revista citou Ariana Grande como um exemplo recente e relevante de que as mulheres podem sim serem compositoras e produtoras de seus projetos e diz: “Ariana Grande, que produziu e projetou o remix de ‘Save Your Tears’ no qual ela foi apresentada é um exemplo.”

O artigo completo onde mostra todos os dados do estudo está neste link do site oficial da RS: USC Annenberg Study Shows Poor Diversity Numbers for Women in Music - Rolling Stone

5 curtidas

Faz tempo que não vemos buteramagazine. Sua última postagem foi em 83 dias atrás.

hmm

Orgulho da nossa menina mulher, @Arianators

A maior feminista que nós temos:

3 curtidas

a maior do planeta, meus amores

1 curtida

Não mentiram