RollingStone massacra Kim Petras e Dr. Luke em artigo

Enquanto Kim Petras estava pedindo aos fãs para “tirar seu pau” e “balançem seus paus” em seu EP explicit Slut Pop,o stan Twitter estava tirando outra coisa: os recibos sobre seu colaborador próximo Dr. Luke . Logo após o lançamento de Slut Pop na sexta-feira, os fãs no Twitter questionaram por que o produtor, anteriormente acusado de abuso sexual por Kesha, é creditado por co-escrever o disco e produzi-lo em sua totalidade.

O novo álbum de Petras – repleto de letras chocantemente explícitas e batidas hiper pop, todas produzidas e co-escritas por Luke – serviu como um lembrete da matriz judicial em curso em torno de Kesha e do produtor desgraçado.

“Kesha ainda está assinada em contrato com o Dr Luke”, twittou Ben Abraham, o compositor por trás de “Praying” de Kesha – uma faixa que muitos suspeitam ser sobre Luke. “Ainda está em processo judicial. Ele ainda controla seus lançamentos. Faz 8 anos. As vozes das mulheres importam.” No Instagram, Abraham comparou ouvir a música do Dr. Luke a “assistir a filmes de Woody Allen”.

O organizador do #FreeKesha, Michael Eisele – que também trabalha como publicitário para a Big Hassle Media – disse que ver Slut Pop subir nas paradas revigorou a necessidade de falar sobre Kesha e sua situação com Luke. “Há milhões de pessoas investidas em Kesha, sua música e seu bem-estar”, escreveu ele em comunicado à Rolling Stone. “Então, é claro que seus apoiadores vão ficar indignados quando o produto de um homem contra quem ela tem acusações de agressão sexual é o número 1 no iTunes com um disco chamado Slut Pop”.

Outros no Twitter ficaram revoltados com o fato de Petras citar Lady Gaga – que foi bem aberta sobre ser uma sobrevivente de abuso sexual e defendeu Kesha em um depoimento pelo processo de difamação de Luke – em uma música sobre felação “Throat Goat”. “Esses lábios fazem ‘la-la-la’/Essa garganta, Lady Gaga”, canta Petras. (As letras da música foram co-escritas por Luke.)

Em 2019, Gaga disse aos advogados: “Aquela garota [Kesha] sofreu um trauma sério e ela está no meio disso agora. E todos vocês são parte disso.”

“Como você nomeia Gaga, uma vítima de abuso sexual, em uma música produzida pelo mesmo homem contra quem ela falou no tribunal?” escreveu um fã. “Lady Gaga disse que testemunhar em apoio a Kesha em sua batalha legal com o Dr. Luke fez com que ela tivesse um colapso”, acrescentou Chris Steadman, apresentador do podcast Unread, “Agora, Gaga é nomeada em uma música co-escrita e produzido por Luke… Muito nojento.”

1 curtida

eu amo a kim, mas esse ep é de um mau gosto extremo
em 2022 querer chocar alguém com letras sexuais…

3 curtidas

2 curtidas

Gente q baixaria

@benedite

Morreu cedo essa aí coitada

1 curtida

Amo.
Todo massacre é pouco pra esses porcos coniventes.

1 curtida

nossa mas foi muito burra
era só somar 1+1

1 curtida

@Animals quem queria a cabeça da Petras após o infame print da curtida no Twitter, pode vir pegar.

Pq não massacram a Doja sendo que ela também é da mesma gravadora? hm.

4 curtidas

A pessoa que mal lê e simplesmente vem comentar merda…

7 curtidas

Pq Dr. Luke assinou como produtor do EP, enquanto da Doja ele tem participações em algumas faixas, mas não responsável pra maioria e nem pelo álbum. Eu acho que isso explica alguma coisa. Mas pegar no pé de uma trans é mais fácil sacrificar né? Acho isso meio tendencioso

2 curtidas

ela tá cagando pra essas acusações kk

a história da doja é mais complicada, ela tá presa no contrato com o luke ha anos e não tem muita saída - e também nunca curtiu tweets DEFENDENDO o luke das acusações de abuso como a Kim fez

1 curtida

É O QUE ELA MERECE
inclusive, tem little monster levando como desaforo ela ter citado a Gaga em uma música

e um monte de gente para escrever as músicas…

2 curtidas

pq ela é obrigada a trabalhar com ele devido a contrato, vc pagaria a quebra?

2 curtidas

Eu achei esse ep horrendo. Nem é pelas letras péssimas, mas pq parece um monte de demos.

Não conheço

1 curtida