Rússia quer proibir o movimento LGBTQIA+ por considerá-lo 'extremista'

A Rússia pediu, nesta sexta-feira (17), a proibição do “movimento público internacional LGBT” por considerá-lo “extremista”, em uma nova demonstração da onda ultraconservadora de Moscou, acentuada desde o início de sua ofensiva contra a Ucrânia e a qual várias ONGs qualificaram como homofóbica.

O Ministério da Justiça russo informou a decisão em um comunicado, no entanto não especificou se faz referência ao movimento em geral de defesa dos direitos de identidade de gênero e de orientações sexuais minoritárias, ou a organizações específicas de defesa de direitos.

A entidade também não respondeu às tentativas de contato da AFP.

No comunicado, a instituição anunciou que “apresentou uma reclamação legal administrativa perante o Supremo Tribunal (…) para reconhecer o movimento público internacional LGBT como extremista e proibir a sua atividade na Rússia”.

O tribunal analisará o pedido a partir de 30 de novembro.

O presidente russo, Vladimir Putin, implementa há anos uma política qualificada como homofóbica e transfóbica por numerosos representantes da comunidade LGBTQIAP+ (lésbicas, gays, trans, bissexuais e outros) e por ONGs.

Desde o início da ofensiva contra Kiev, em fevereiro de 2022, o Kremlin multiplicou as medidas contra este grupo, com o argumento de que está defendendo crianças frente a condutas que considera inaceitáveis, e apresentando-se como um baluarte moral contra o declínio do Ocidente.

O governo russo garante que as pessoas podem ter qualquer orientação sexual, mas que a Rússia deve proteger as crianças da propaganda ocidental que, segundo Moscou, nega a existência de um sexo biológico.

O anúncio do Ministério da Justiça foi denunciado por organizações especializadas.

“O poder russo esquece mais uma vez que a comunidade LGBT+ são pessoas, cidadãos deste país e também de outros. E agora eles não só querem nos fazer desaparecer do espaço público, mas também nos proibir como grupo social”, disse à AFP Dilia Gafurova, diretora da fundação “Sphere” para a defesa dos direitos das pessoas LGBTQIAP+.

“É uma medida típica de regimes repressivos e não democráticos: perseguir os mais vulneráveis”, acrescentou, prometendo “lutar” pelos direitos da comunidade na Rússia.

“Propaganda” proibida

Em julho, os deputados russos aprovaram uma lei que proíbe operações cirúrgicas e terapias hormonais destinadas a mudar de sexo. O texto também priva as pessoas trans do direito de adotar crianças.

Desde 2013, uma lei no país proíbe a “propaganda” de “relações sexuais não tradicionais” direcionada a menores de idade, texto que foi denunciado por ONGs como instrumento de repressão à comunidade LGBTQIAP+.

Essa legislação foi ampliada no final de 2022 e agora proíbe também a “propaganda” LGBTQIAP+ dirigida a qualquer público, seja na mídia, na internet, em livros ou em filmes.

Desde 2020, a Constituição russa especifica que o casamento é a união entre um homem e uma mulher, impedindo uniões entre pessoas do mesmo sexo.

A principal ONG que defende os direitos desta comunidade na Rússia, LGBT-Set, foi classificada em 2021 como “agente estrangeira”, o que dificulta seu funcionamento e a expõe a multas e até à sua proibição.

Corre Foice e Martelo, vem passar pano

#QueersForPutin

Esperando, mas em tópico assim eles somem

Imagina lamber o saco desse velho

É o que mais tem aqui na BC

Com certeza é uma fake news do ocidente contra os divos #WeStandWithRussia

1 curtida

A esquerda já apoia né, tão até tratando homofobia como nornal.

Apoia paises islâmicos, Russia
Até a esquerda quer se livrar dos LGBTQIA+

1 curtida

E os gays lambendo como sempre. Se falar um A contra, vem os outros lgbts atacar sem dó falando merda homofóbica.

Old que só usam pra panfletar e dps ignoram

Em tópico assim eles fogem

1 curtida

Toda vez que eles querem ganhar pontos com os conservadores inventam um lei dessas, já não foi proibida “propaganda lgbt” antes? Não entendo. Tem mais gay na russia do que gelo.

Putin REI

E nem muda muito a imagem deles no amado ocidente porque a maioria do povo acha que lá é crime ser gay, nem é.

esperando os comentários dizendo que é culpa da inglaterra que inventou a homofobia

Mas meio que virou crime né?
Não pode fazer propaganda
Não pode fazer terapia hormonal
Não pode casar
Não pode adotar filhos

Não precisa nem de lei pra valida que é crime

2 curtidas

Queremos sua opinião @Shui

Já subiram a #QueersWithPutin?

E eu sou russo por acaso?