SBT copia estratégia da Globo para bater A Hora da Venenosa

Na segunda-feira (16), o SBT vai estrear uma nova programação para tentar, mais uma vez, bater o Balanço Geral e A Hora da Venenosa, da Record. Para essa difícil missão, Silvio Santos escalou três novelas e mexeu em outras atrações, como o Casos de Família, que entrará no ar mais tarde, às 15h, e o Fofocalizando, que perdeu espaço e voltou a ter somente uma hora de duração. Os folhetins escolhidos como salvadores da pátria foram Carrossel (2012), Esmeralda (2004) e Paixões de Gavilanes, que entrarão em sequência a partir do meio-dia, ao fim do Primeiro Impacto.

Faz tempo que a emissora do dono do Baú vem amargando baixos índices de audiência no período vespertino e nenhum dos trunfos usados anteriormente funcionou. No fim de dezembro do ano passado, o SBT anunciou o lançamento de um telejornal para a hora do almoço, intitulado SBT Notícias, com a apresentação de Darlisson Dutra. Porém, o noticiário perdeu não somente para a Record, como também para a Band, registrando média de dois pontos de audiência e ficando em quarto lugar no ranking do ibope. Com isso, Silvio Santos mandou tirar a atração do ar apenas 45 dias após sua estreia, ocorrida em 10 de janeiro.

Ainda em fevereiro, o canal tirou o Roda a Roda Jequiti da grade diária e o Fofocalizando ganhou mais 40 minutos de exibição, o que desagradou o patrão e gerou reclamações assim que ele voltou ao Brasil, após um longo período de férias nos Estados Unidos. “O Fofocalizando sempre foi uma hora, eles estenderam e eu não percebi. Mas não vale a pena fazer mais de uma hora”, disse. Já em março, um dos queridinhos de Silvio Santos foi a bola da vez: Notícias Impressionantes. O programa, que reúne vídeos que viralizaram na internet, afundou mais ainda o ibope do SBT e fez com que as atrações que vinham na sequência também se prejudicassem, como a série Henry Danger e o Casos de Família, que chegaram a registrar menos audiência que o Operação Mesquita e o Quem Não Viu Vai Ver, da madrugada.

Com poucas opções na manga, Silvio Santos usou a mesma estratégia da Globo: apelar para as novelas. A antiga vênus platinada também teve seu reinado ameaçado pela emissora de Edir Macedo e, assim como o SBT, apostou em ideias que foram mal sucedidas, como o Se Joga, que só deu dor de cabeça e virou freguês da Record já na primeira edição, quando marcou 8,4 pontos, contra 9,6 do quadro de fofocas. Vale lembrar que, nas estreias, os programas têm mais divulgação e costumam atrair um público extra, o que não aconteceu com o programa de Fernanda Gentil, que só acentuou a crise iniciada com o extinto Video Show.

A Globo só conseguiu reverter o jogo com O Cravo e a Rosa, que estreou em dezembro de 2021, inaugurando uma nova faixa de novelas na programação da emissora. Mesmo em sua quinta exibição, quatro na emissora principal e uma no Viva, a trama de Walcyr Carrasco é um fenômeno e já bateu diversos recordes de audiência, chegando a impulsionar as demais atrações vespertinas do canal. Percebendo que a ideia da líder deu certo, o SBT criou não somente um horário de novelas, mas três. Com isso, a intenção de Silvio Santos não é abalar o canal carioca e, sim, bater de frente com a Record e se estabelecer novamente como segundo colocado.

Uma das novelas escolhidas pelo SBT está passando vexame nos EUA

SBT copia estratégia da Globo para bater A Hora da Venenosa

Paixões de Gavilanes, trama latina que foi uma das escolhidas para inaugurar a nova faixa de novelas do SBT, não está tendo um bom resultado nos Estados Unidos. Exibido na terra do Tio Sam desde fevereiro, o folhetim sofre com a rejeição do público, que troca a colombiana por uma turca: Madre, da Univisión.

Lá, o cálculo é feito com base em coletas diárias e coletas em datas pré-programadas, também chamadas de sweeps. O resultado não vem em números de audiência, mas em quantidade de pessoas, separadas em dois grupos: o total e o público-alvo, também chamado de demo.

Na última sexta-feira de abril, por exemplo, a Telemundo, com Paixões de Gavilanes, alcançou 643 mil pessoas no total (pessoas acima de dois anos) e 268 mil na demo (público-alvo, adultos de 18 a 49 anos). Já Madre, que torna a Univisión líder no horário, faz esses números saltarem para 1,8 milhões no total e 716 mil na demo.

queria assistir esmeralda de novo

Esmeralda é bem legalzinha.
A grade do SBT tá uma porcaria

esmeralda é perfeita
lembro que à tarde quando o sbt estreou o horário de novelas chegou a passar dos 10 pontos

1 curtida