SHAKIRA: Como uma diva pop considerada secundária nos anos 10'0 enterrou todas suas contemporâneas nos anos 20'0

Após uma trajetória marcada por hits, records e aclamação crítica, em meados dos anos 2000, Shakira já colecionava feitos alcançados muito posteriormente por suas contemporâneas.

Em 2002 ela conseguia o maior hit mundial e maior álbum do ano com Whenever Wherever e seu aclamado Laundry Service, pouco mais de 3 anos depois, conseguiu uma dobradinha de hits invejável: La Tortura e Hips Dont Lie marcaram época e seu album duplo Fijacion Oral e Oral Fixation fizeram história imprimindo uma indentidade única no cenário pop da época.

Com o lançamento do She Wolf, single e album homônimo obtiveram um desempenho inferior ao projetado, iniciando controvérsias a respeito de sua durabilidade e qualidade artisticas, no período, artistas como Britney Spears, Christina Aguilera, Rihanna, Beyoncé, Lady Gaga e Katy Perry obtveram sucesso comercial superior, e o que parecia o inicio de um ostracismo latente que a perseguiria por alguns anos.

Em 2010, com o lançamento de Waka Waka, ela obteve mais um hit mundial, que mudou nossa perspectiva de musicas temas de Copas do Mundo e consequentemente, de eventos esportivos, e seu Album Sale El Sol, acumulou alguns hits bilingues que ainda não conseguiam bater de frente com as blockbusters da época, Lady Gaga, Katy Perry e Kesha.

Nesse período, Britney ja dava sinais de derrocada, e Christina Aguilera evaporava dos charts em todas as métricas, 2014 tornou-se emblemático por uma tentativa de smash através da parceria com Rihanna, que apesar da imensa repercussão, frustrou as expectativas comerciais do álbum, que obteve um desempenho comercial tambem aquém do esperado.

Em 2016, o que parecia apenas uma musica despretenciosa, marcou o que pode ser considerado o renascimento da Shakira como potencia mundial, o Smash Hit La Bicicleta sagrou-se como maior musica do ano do cenário latino e conquistou pela segunda vez ROTY e SOTY no Latin Grammy, sendo sucedida pelo também smash Chantaje, considerada marco da segunda onda latina nos EUA.

Uma sequencia de hits do seu El Dorado seguiram-na até 2020, onde ocorre o aclamado Super Bowl em companhia de Jennifer Lopes, o que parecia um mero saudosismo de tempos áureos mostrou-se mais uma escalada de sucesso nos primeiros anos desta década, chegando a incriveis 2 #1s globais, também top 10 na Billboard Hot 100 e um acumulado que torna o proximo album, ainda sem data de lançamento, um album bilionário.

Ao passo que, Britney, Christina, Pink, Nelly, Fergie e Gwen já não obtem o mesmo desempenho popular que outrora. Quais serão os proximos passos da miss bumbum da colombia? @Shakifas

2 curtidas

Links

secundaria só se for pros americanos ne
ela sempre foi huge kkkk

1 curtida

O erro dela é não lançar álbum, até os acumulados dos anos 90s tão sendo huge

O álbum logo mais deve chegar, não vejo a hora, chega de single solto Shakiraaaaa

Pq a musica latina atingiu seu auge?

mas acho que artistas latinos geralmente tem mais longevidade mesmo
o publico daqui é bem mais fiel, pelo menos eu penso assim

o bom é que ela sempre teve uma carreira estável e conseguiu o que nenhuma outra latina conseguiu: bater de frente com cantoras anglo.

sempre teve suas músicas na boca do povo, hits em cada era e prêmios também

e é saboroso ver que nos anos 10’s muitos fãs de outros artistas desmereciam a lenda mas hoje m dia ela surra a maioria deles

Shakira está em um patamar elevadíssimo

só não tem o apelo e aclamação devida nos US

1 curtida

Então a musica americana ta em decadência?

A musica pop sim

Shakira uma das poucas artistas realmente globais

1 curtida

MAS ISSO É OLD DO OLD PORRAAAAAAAAAA

fala outra latina da geração ou de qualquer outra que tenha o que a Shaki tenha/é hoje?

1 curtida

Mas isso old só aqui na BC que há dúvidas quanto a isso só pq ela não tem #1 com lobby de rádios no CUSA