Tim Cook, a Marta golpista do US, rouba desenvolvedor por programa de recompensas


O desenvolvedor Nicolas Brunner publicou hoje um extenso desabafo enfurecido com a Apple . Segundo ele, a empresa invalidou seu esforços ao desqualificar a descoberta de uma grave falha no sistema móvel, o iOS, e se recusou a pagar por isso.

Brunner relatou ter encontrado, em março do ano passado, uma forma de acessar permanentemente — e sem consentimento — a localização de um usuário em qualquer dispositivo que rodasse o iOS 13 ou versão mais antiga. “Isso parecia ser uma questão crítica para mim — especialmente com o foco da Apple em privacidade nos últimos anos”, escreveu ele.

O relatório até foi aceito pela Apple, a falha foi corrigida no iOS 14 — e ele, claro, recebeu os créditos pela descoberta — mas logo se deparou com uma má surpresa: a Maçã não lhe pagou pela vulnerabilidade, que claramente se qualificava para o Apple Security Bounty .

O desenvolvedor, então, se comunicou com a companhia ao longo de oito longos meses e, no final das contas, disse que a Apple não enviou nenhum pagamento. Mais de um ano depois, a empresa finalmente se posicionou para (tentar) esclarecer por que ele não receberia pela falha encontrava. “O problema foi analisado pelo Apple Security Bounty e, infelizmente, não se qualifica [no programa]”, disse a empresa.

Brunner, por sua vez, discorda completamente da avaliação, apontando que a gigante de Cupertino lista o acesso a dados de localização precisa como uma vulnerabilidade apta a uma recompensa de até US$100 mil (cerca de R$521,4 mil). “Para ser honesto: neste momento, sinto-me roubado”, escreveu.

O iMore entrou em contato com a Apple para comentar a história, mas a companhia ainda não enviou uma resposta. Esperamos que a empresa se pronuncie prontamente e cumpra o que promete na página oficial do programa de recompensas.

fonte:
https://macmagazine.com.br/post/2021/07/13/desenvolvedor-afirma-ter-sido-roubado-pelo-programa-de-recompensas-da-apple/

comenta @AppleFags

Fora os $99 que eles roubam da gente pra publicar um app naquela merda