TÓQUIO VEM AÍ: BandSports promete 24 horas de Jogos Olímpicos e opção forte contra Globo

A partir deste domingo (3) e nos dois próximos fins de semana, o Notícias da TV entra no clima olímpico. Mesmo disputados na pandemia, os Jogos de Tóquio vão acontecer. Três players vão exibir o evento: Globo (TV aberta), SporTV e BandSports (TV paga). A missão mais difícil é do esportivo da Band: terá apenas um canal e é o único veículo fora do Grupo Globo a ter os direitos de transmissão.

Mas a operação do BandSports será “de guerra”. O canal promete ficar 24 horas ao vivo falando de Jogos Olímpicos. Além de enviar equipe para o Japão, a emissora terá 12 horas de transmissões e outras 12 horas de jornalismo com análises ao vivo de especialistas. Ao todo, a emissora terá 20 profissionais enviados para Tóquio. Entre os destaques, estão Elia Júnior, Glenda Kozlowski e Álvaro José.

O último é considerado o maior jornalista sobre esportes olímpicos no Brasil --não à toa, foi apelidado de Sr. Olimpíada. Álvaro José cobrirá sua 11ª edição dos Jogos Olímpicos.

Já Glenda fará seu primeiro grande evento esportivo in loco fora do Grupo Globo, do qual saiu em 2019. Entre outras funções, ela participará ao vivo do Jornal da Band em todos os dias de evento. A ideia é chamar o público da TV aberta para prestigiar o trabalho na TV por assinatura.

Junto com os três apresentadores citados, outros 17 profissionais vão para Tóquio. Um deles é Dênis Gavazzi, diretor de Esportes da Band, que irá comandar o time.

Os outros nomes incluem repórteres, editores e produtores. O grosso dos profissionais, por causa da pandemia de coronavírus, vai trabalhar na sede do canal em São Paulo.

A expectativa é que mais de 150 profissionais estejam envolvidos diretamente na cobertura. Nomes que normalmente atuam somente na Band aberta vão participar desta cobertura na TV fechada.

O mais conhecido é Craque Neto, ex-jogador e apresentador do diário Os Donos da Bola, que vai comentar futebol masculino na cobertura. Ele é medalhista olímpico --foi prata em Seul-1988. Neto fará parte do Pódio BandSports, uma equipe específica de atletas que já ganharam medalhas no evento e que vão comentar a participação brasileira.

Entre os nomes já contratados, estão Henrique Guimarães (bronze com o judô em Atlanta-1996), Marcelo Negrão (ouro com o vôlei masculino em Barcelona-1992) e Fofão (medalha de ouro em Pequim-2008 e bronze em Atlanta-1996 e Sydney-2000 com o vôlei feminino).

BandSports só vai falar de Tóquio
O BandSports terá só um canal disponível para as transmissões, mas promete 12 horas de transmissões com o melhor do que está acontecendo no dia. Nas outras 12 horas, análises com programas ao vivo dos jogos e notícias vão acontecer. Como as transmissões são de madrugada, o plano de ficar ao vivo durante as 24 horas é bem viável.

Outro nome que será visto é a apresentadora Cris Dias, que chegou em março para apresentar o Band Esporte Clube. Cris já cobriu dois Jogos Olímpicos na Globo, e fará seu primeiro na Band. Nomes que já são fixos em transmissões de esporte olímpicos no BandSports também estão escalados, como o ex-tênista Flávio Saretta. Sérgio Maurício, contratado pela Band neste ano para as narrações da Fórmula 1, será aproveitado em diversos esportes.

Por fim, as gêmeas Bia e Branca Feres fecham o time. As gêmeas do nado sincronizado irão tocar uma parte mais bem-humorada da cobertura, com reportagens e curiosidades sobre diversas questões dos Jogos Olímpicos.

Durante o período olímpico, o BandSports será aberto para todos os assinantes de Sky, Vivo, Net/Claro e todas as outras operadoras em que esteja disponível.

O ESPN vai passar?
Aquele locutor é ótimoooooo kkk

vamos ver né