TRAVESSIA: Globo libera gravação de novela no exterior pela 1ª vez desde a pandemia

Gloria Perez está cheia de moral. A autora pediu, e a Globo deu sinal verde para Travessia ter cenas rodadas em Portugal. É a primeira vez que a emissora libera gravações de novela no exterior desde o início da pandemia. Antes da quarentena motivada pela pandemia da Covid-19, no início de 2020, Cauã Reymond e Alinne Moraes gravaram cenas de Um Lugar ao Sol em Praga, na República Tcheca.

Travessia vai substituir Pantanal a partir de outubro. As gravações estão previstas para começarem em junho. Já a viagem para Portugal deve acontecer em agosto, e a produção vai ter a parceria da SIC, emissora portuguesa que exibe as novelas brasileiras por lá.

Na última quarta-feira (20), uma primeira reunião na Globo começou a definir o cronograma da viagem, que vai ser cercada de cuidados para evitar a contaminação de equipe e elenco com o coronavírus.

A autora quer falar sobre o impacto da tecnologia na vida das pessoas, mas sem apelar para robôs. A novelista, na verdade, vai focar nos danos que as notícias falsas provocam nas vidas das pessoas. Nas primeiras reuniões com sua equipe, ela chegou a dizer que a fake news será a grande vilã da história.

Em conversa com o podcast Novela das 9, do Gshow, ela ainda adiantou que parte da narrativa se passará em Portugal. “Tem um pedaço dela que tem que ser gravado em Portugal. Tem uma razão de ser: eu preciso que uma das personagens esteja fora do Brasil para a trama poder rolar. O país é bem ali, é amigo da gente”, explicou a novelista.

Além de Portugal, o Maranhão também vai ser cenário de Travessia. Depois de explorar muitos cenários de outros países, Gloria Perez quer mostrar as belezas do Brasil na sua próxima novela das nove. A autora sinalizou para a Globo que vai ambientar sua história --protagonizada por Romulo Estrela-- no Maranhão e também recebeu o sinal de positivo da emissora.

Algumas paisagens de lá já foram mostradas em O Clone, que está sendo reprisada no Vale a Pena Ver de Novo. Foi no Maranhão, inclusive, que Leo (Murilo Benício) apareceu 18 anos depois. Gloria, que é uma apaixonada pelo Estado, já começou a pesquisar mais lugares para ambientar Travessia.