TUTTI FRUTTI: Globo bate martelo e define par de revelação de Renascer em nova novela

Convidada para viver a protagonista de Tutti Frutti, título provisório da novela das seis da Globo que vai substituir No Rancho Fundo, Duda Santos já tem um par pra chamar de seu: Rafael Vitti. O ator foi indicação de Alessandra Poggi, a autora da novela que já trabalhou com ele em Além da Ilusão (2022). Intérprete do mágico Davi na trama passada da novelista, Vitti esteve em reunião nos Estúdios Globo na tarde desta quarta-feira (3). Além da equipe da nova produção, a Maria Santa de Renascer também estava presente.

Em um primeiro momento, o ator --que esteve em Terra e Paixão (2023)-- foi convidado para dar vida ao mocinho da trama, mas tanto Vitti quanto a própria direção da novela estão avaliando se não é melhor dar a ele o papel de vilão. É que ele fez o papel de bonzinho em todos os seus trabalhos na Globo até o momento. Apenas o cantor Léo Régis, de Rock Story (2016), teve o perfil um pouco diferente.

De qualquer maneira, a diretora artística Natália Grimberg aprovou a química entre Vitti e Duda, e os dois atuarão juntos. A intérprete de Santinha será a protagonista da história. Ela viverá uma jovem negra que se torna modelo e garota-propaganda de uma loja, o que não era algo comum em 1950, época em que Tutti Frutti se passa.

Dois anos após o fim de Além da Ilusão (2022), Alessandra vai substituir No Rancho Fundo, que começará no dia 15 de abril, no lugar de Elas por Elas. Tutti Frutti tem previsão de estreia para novembro e tratará do universo da moda.

Rafael Vitti em cena de Terra e Paixão (2023)

O assunto já foi abordado em seu trabalho anterior. Elisa, personagem de Larissa Manoela, se tornou modista na história. Os anos 1950, aliás, são considerados cheios de estilo, rebeldia e feminilidade. A década foi marcada pela ascensão da alta costura e por subculturas como Teddy Boys, Rockers e Beatniks.

O rock também começou a surgir nessa década --Tutti Frutti, aliás, é o nome de um grande sucesso de Little Richard (1932-2020) e considerado o marco inaugural do estilo musical.

No Rancho Fundo, escrita por Mario Teixeira, foi escolhida às pressas para substituir O País de Alice, de Lícia Manzo, que acabou cancelada mesmo depois de ter sua sinopse aprovada. Com isso, o autor também voltará ao horário das seis menos de dois anos depois de sair do ar.

https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/globo-bate-martelo-e-define-par-de-revelacao-de-renascer-em-nova-novela-117679

meu deus kkkkkkkkkkkkkkk???
preferia o casal de gays

Ai pq a alessandra poggi gosta tanto dele
Ele é ruim demais

Forças pra kinga que vai ter que carregar as cenas sozinha

O Rafael Cardoso da década de 20