Vote CONTRA o projeto de lei que torna a educação presencial em serviço essencial

No momento, está na CCJC. Obviamente, o projeto está tramitando para as instituições privadas continuarem lucrando, mas abre prerrogativa para o ensino público.
Segundo o projeto de lei, as escolas e universidades poderão continuar funcionando presencialmente, mesmo em caso de pandemia e estado de calamidade pública, e somente podem ser paralisadas com parecer técnico (se um médico bolsominion, por exemplo, apresentar parecer que as escolas podem continuar abertas, então, não há o que se fazer).
Só o estado de São Paulo, até fevereiro, registrou mais de mil casos de covid entre alunos, professores e servidores.

@turmaboa

Responda a enquete em “opine”

46% Discorda totalmente
52% Concorda totalmente

Pontos apresentados na votação

PONTO NEGATIVO: A escola é espaço de interação, numa pandemia essa relação não existe. As crianças devem permanecer em segurança em suas casas. Os governos devem disponibilizar para a população o ensino remoto de qualidade e garantir o direito à vida e a aprendizagem.
Sandra Floresta

PONTO NEGATIVO: Aulas presenciais em uma época de grande propagação do vírus, só aumentará significativamente o número de infectados no país, aumentando o óbito da população, de profissionais que trabalham dentro do espaço escolar, aumentando ainda mais a carência de profissionais da Educação, uma profissão que cada vez atrai menos profissionais pelos baixos salários. A conclusão é que, desta forma, em breve não haverão mais professores, pois estes terão morrido em decorrência do covid.
Elizabeth de Lima

PONTO POSITIVO: Não há estudos que comprovem o aumento de casos na pandemia de 2020 após a reabertura das escolas. Pelo contrário, no DF as taxas caíram após a reabertura. Em 2021 também não houve aumento após a reabertura. Existem estudos europeus que provam o contrário: manter escolas abertas com protocolos de segurança não agravam a pandemia. O prejuízo para o aprendizado é incalculável no ensino remoto para jovens abaixo de 18 anos. Se nada for feito, teremos em breve uma geração de recalcados.
Fabrizio Sampaio

PONTO POSITIVO: É notório que as pessoas seguem corretame nte os protocolos de segurancao na escola e trabalho e se preocupam menos em casa. Logo, a transmissão na escola seria mínima, ainda mais em faculdades. A escola é fundamental ao desenvolvimento social e econômico da nação. Nao deve parar jamais. O homeschooling deve ser aceito socialmente pelas familias que se comprometerem. É um trabalho serio e eficiente.
RENATA BUENO DE PAULA

Se não conseguirem voltar com as aulas presenciais, é perigoso cortarem ainda mais as verbas educacionais.

Esse projeto é da bancada da educação privada. Eles querem abrir de qualquer jeito.
Não é pensando no controle da pandemia, é dinheiro que eles querem.

2 curtidas

nao obrigado!

Ah bom. Então o projeto não vale para a educação pública, né?

Vou agir como Ivete e me isentar

Ensino privado merda