Evelyn Castro fala da carreira, de maternidade e da mudança no estilo de vida após problemas de saúde

Evelyn Castro está em cartaz no cinema com “Tô de graça – O filme”, baseado na série homônima do Multishow da qual ela também participou. Já na TV aberta, ficou no ar recentemente na segunda temporada de “Encantado’s” após participar da trama das 19h “Quanto mais vida, melhor!”. Em entrevista ao site, ela diz que quer voltar a fazer novelas:

— Queria experimentar mais, até porque fiz novela no meio de uma pandemia. Então acabamos vivendo uma obra fechada, não senti o gostinho da obra aberta. Porque isso é novela, a coisa do público. Então eu quero muito fazer de novo.

Evelyn sonhava em ser atriz desde criança, mas foi por meio da música que iniciou a carreira artística. Ela participou do programa “Fama”, em 2005, e ficou em segundo lugar:

— Depois do “Fama” eu passei muito (perrengue). É importante falar, porque não é tudo um mar de rosas. Eu gravei um CD, fiz shows, participei de programas de TV. Foi incrível. Mas eu era uma garota, não sabia como manter. Antes da teledramaturgia eu tive que me virar mesmo. Trabalhei na noite como cantora, participei de muitas bandas. Depois fui trabalhar em loja de roupa. Eu sou uma pessoa muito pé no chão até hoje. Se tudo der errado e eu tiver que voltar, eu volto. Em muitos meses eu tinha só o dinheiro contado, não sabia como ia ser. Às vezes eu ia fazer testes só com o dinheiro do metrô para ir e voltar.

Ela manteve o lado cantora vivo no teatro musical e fez espetáculos como “Vamp” e um tributo a Tina Turner. Atualmente, trabalha em outros projetos como o Porta dos Fundos e o filme “Vidente por acidente”, que deve estrear este ano:

— Tenho me obrigado a usufruir o que conquistei. Acho que psicologicamente eu ainda vivia naquele modo “vai dar merda”. Acho que quem sempre viveu nesse modo tem esse gatilho na cabeça, de que em algum momento vai dar errado. Então estou me obrigando a fazer o oposto. Porque eu mereço. A vida passa rápido, a gente não leva nada daqui.

Evelyn, de 43 anos, intercala a rotina profissional com treinos na academia. Ela diz que a musculação operou mudanças em sua vida:

— Gosto de pegar peso desde nova, não é uma coisa de agora. Eu parei em alguns momentos e apenas voltei. E isso virou até uma válvula de escape para algumas coisas. Mas tem uns três anos que estou nesse processo de mudança, com acompanhamento médico. As pessoas acham que foi de uma hora para a outra. É questão de saúde também. Eu tive pico de colesterol, gordura no fígado… Mas eu quero ficar viva, quero ver meu filho crescer, fazer teatro até os meus 90 anos, conseguir levantar e sentar na cadeira sozinha. Tirei coisas simples da minha vida, não estou bebendo, por exemplo, mas não sofro. E eu acho que a gente tem que se prender mesmo só nos números que estão no hemograma. Isso impactou na minha voz, no meu físico, na minha performance. Mudou tudo. A autoestima veio com isso, é claro. Você vai se vendo melhor até do que na sua adolescência. Estou adorando meus 40 mais. Me sinto ótima, isso não tem preço.

A atriz, que é mãe de Juan, de 9 anos, diz que já sentiu vontade de ter mais filhos:

— Já tive, mas já passou. Justamente porque é difícil esta minha vida corrida. É sofrido você escutar “saudade, mãe”. Eu e Juan temos muito diálogo. Eu dou ao meu filho que eu não tive. O pai dele é psicólogo e artista, então é maravilhoso. Ele tem os pais separados, mas nós somos amigos hoje em dia, então é bom.

Evelyn Castro — Foto: Reprodução/Instagram

Evelyn Castro — Foto: Reprodução/Instagram

https://oglobo.globo.com/play/entrevistas/noticia/2024/07/09/evelyn-castro-fala-de-processo-de-emagrecimento-apos-problemas-de-saude-me-sinto-otima-isso-nao-tem-preco.ghtml

chocado

Diva, gosto dela mesmo sendo muito caricata
E chocado que ela participou do Fama